domingo, 23 de setembro de 2012

Livro: Lugar Nenhum - Neil Gaiman






Sinopse: Em 'Lugar Nenhum' Neil Gaiman conta a história de Richard Mayhew, um jovem escocês que vive uma vida normal em Londres. Tem um bom emprego e vai se casar com a mulher ideal. Uma noite, porém, ele encontra na rua uma misteriosa garota ferida e decide socorrê-la. Depois disso, parecer ter se tornado invisível para todas as outras pessoas. As poucas que notam sua presença não conseguem lembrar exatamente quem ele é. Sem emprego, noiva ou apartamento, é como se Richard não existisse mais. Pelo menos não nessa Londres. Sim, porque existe uma outra - a Londres-de-Baixo. Constituída de uma espécie de labirinto subterrâneo, entre canais de esgoto e estações de metrô abandonadas, essa outra Londres é povoada por monstros, monges, assassinos, nobres, párias e decaídos - e é para lá que Richard vai. (Skoob)

É um livro para Tim Burton fazer um filme. É sombrio e fantástico! Foi o meu quarto livro lido desse escritor (Coraline, Coisas Frageis Vol 1 e 2) e apesar de ainda preferir Coraline, esse livro me surpreendeu muito. Na verdade, começou a me surpreender depois da página 100, pois as primeira páginas são fantásticas demais, absurdas demais. Até mesmo sem sentido.

Richard Mayhew tem uma vida normal em Londres. Um emprego, um apartamento e uma noiva. Seu mundo se torna abstrato após encontrar uma jovem ferida. Dai o mundo de Richard vira de cabeça para baixo literalmente.

A jovem mora na Londres de baixo. Uma Londres completamente diferente: escura, suja, encantada e cheia de pessoas bizarras. Door (esse é o nome da garota), precisa de ajuda para resolver o mistério do assassinato da sua família, e Além da ajuda de Richard, conta com a ajuda de outras pessoas entre elas uma guerreira e um anjo não muito confiável.

Eu não morri de amores pelo livro, mais confesso que foi uma leitura bem diferente. Cada canto de Londres é descrita no livro, e eu que morro de amores por essa cidade me deliciei. Neil Gaiman sabe criar mundos, e a Londres de Baixo, cheia de perigos, criaturas e mistérios foi uma ideia genial!

1 comentários:

Monique Químbely disse...

Háhá, também gosto de Londres, apesar de nunca ter visitado.
Bem que eu quero ler esse livro, gosto de estórias assim, distintas, consideradas estranhas, rsrs
Vou ver se a cara Lethy sede ele pra mim por um tempinho (ainda estou enrolando com outros livros).
Beijinhos

Postar um comentário